Esfera Cristã LogoEsfera Cristã

Eduardo Cunha renuncia à presidência da Câmara chorando

Eduardo Cunha renuncia à presidência da Câmara chorando

quinta, 07 de julho de 2016

Eduardo Cunha renunciou nesta quinta-feira (07) à presidência da Câmara, após 10 meses de debate, no processo mais longo já julgado pela Comissão de Ética da Câmara. Ele já estava afastado do cargo por determição do Supremo Tribunal Federal (STF).

A renúncia veio por meio de uma carta que foi lida no início da tarde. Nela em meio a lagrimas ele anuncia sua saída definitiva do cargo e diz-se vítima de perseguição, devido a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT). Eduardo reiterou sua inocência, negando ter recebido qualquer vantagem, e dizendo que o único motivo de sua ação foi o bem do país.

No dia de ontem, o deputado Ronaldo Fonseca (Pros/DF) que também é pastor da Assembleia de Deus, tentou reverter a decisão de cassação tomada pelo Conselho de Ética, e os aliados de Cunha contavam com o sucesso desta manobra.

Com a decisão de deixar o cargo definitivamente, cunha poderá tentar reverter votos na CCJ e fazer o caso voltar ao Conselho de Ética para, talvez, salvar seu mandato.

A Câmara deverá ter um novo presidente em aproximadamente 5 sessões.

Veja Também
Política

Deputado Feliciano será candidato a prefeito de São Paulo

Feliciano enfrentará nomes como Marta Suplicy e Fernando Haddad